Tag Archives: receitas suspiro

Bolo Flocos de Neve

Este é um bolo fino, tradicionalmente feito na quadra festiva do Natal e ano novo. No entanto, pode ser servido em qualquer ocasião, quando se pretende servir um doce com um toque de requinte.

A decoração do bolo é atrativa e a textura muito cremosa, destacando-se nesta receita o sabor intenso do chocolate e do creme fraiche, que se harmonizam com os restantes ingredientes criando um doce único, verdadeiramente irresistível.

Ingredientes:

  • 1 pitada de sal
  • 1,5 colher (chá) rasa de fermento em pó
  • 100 g de farinha de trigo
  • 2 colheres (chá) de canela em pó
  • 2 pacotes de açúcar baunilhado
  • 200 g de açúcar
  • 200 g de ameixas secas
  • 3 ovos médios
  • 300 g de creme fraiche
  • 5 folhas de gelatina branca
  • 50 g de chocolate preto
  • 650 a 700 g de natas
  • 60 g de suspiro
  • 75 ml de vinho do Porto
  • açúcar em pó p/ polvilhar
  • missangas p/ a decoração

Confeção:

Forre o fundo de uma forma (26 cm de diâmetro) com papel manteiga e reserve.

Misture as ameixas com o vinho do Porto, cubra e deixe repousar 2 horas.

Entretanto, bata as claras com 3 colheres (sopa) de água fria e o sal e vá adicionando, pouco a pouco, 100 gramas de açúcar.

Junte as gemas, uma a uma, às claras batidas.

Peneire a farinha, com o fermento e a canela sobre a massa de ovos e envolva tudo cuidadosamente.

Deite a massa na forma e leve a cozer em forno pré-aquecido a 200° C cerca de 15 minutos.

Retire o bolo do forno, deixe arrefecer e corte-o ao meio.

Reduza as ameixas a puré e espalhe-o na base de bolo, alisando no final. Coloque a outra metade do bolo por cima do recheio.

Ponha a gelatina a amolecer em água fria e pique grosseiramente a cobertura de chocolate.

Misture levemente o creme fraiche com 100 gramas de açúcar e o açúcar baunilhado.

Retire a gelatina da água e esprema-a, dissolvendo depois em lume baixo.

Misture 2 colheres (sopa) de creme fraiche com a gelatina e, em seguida, envolva a mistura de gelatina com o restante creme fraiche.

Leve ao frio cerca de 8 minutos, até que comece a solidificar.

Bata 500 gramas de natas em castelo e envolva-as com a cobertura de chocolate picado e o creme fraiche e leve ao frigorífico cerca de 25 minutos para espessar.

Coloque o creme sobre o bolo em forma de cúpula e leve novamente ao frio, cerca de 3 horas.

Bata 150 a 200 gramas de natas e barre com elas toda a superfície do bolo.

Esmague o suspiro e polvilhe a cúpula, pressionando levemente.

Decore com o açúcar em pó e as missangas.

Suspiros de Braga

Esta receita, de origem conventual, pertence ao receituário do Convento da Madre Deus de Guimarães, no distrito de Braga.

Ingredientes:

  • 1 pitada de canela
  • 3 claras
  • 500 g de açúcar
  • água de flor de laranjeira
  • casca de 1 limão

Confeção:

Leve o açúcar ao lume a fazer ponto de fio (ao mergulhar a colher na calda, ele agarra-se ligeiramente e corre em fio).

Junte as claras, um pouco de água de flor de laranjeira, a canela e a casca de limão. Mexa muito bem.

Deite em pequenas formas, untadas com manteiga, e leve ao forno, a 170º C, o tempo necessário para corarem.

Sugestão:

Aproveite as gemas como pretexto para preparar as sempre apetecíveis Queijadas de Requeijão.

Tarte de Suspiro com Ameixas

Esta é uma tarte excelente para servir à sobremesa, devendo prepará-la preferencialmente com pouca antecedência antes de ser servida. O recheio, cremoso e suculento, é coberto por um suspiro que lhe dá leveza e requinte.

Ingredientes:

Para a massa
  • 10 g de açúcar
  • 125 g de manteiga
  • 2 colheres de água
  • 2 pitadas de sal
  • 250 g de farinha
  • 3 ovos
Para o recheio
  • 125 g de açúcar
  • 150 ml de Armagnac
  • 30 ameixas
  • 4 ovos
  • 450 ml de natas
  • casca de 1 laranja
Para o suspiro
  • 1 pitada de sal
  • 100 g de açúcar
  • 5 claras

Confeção:

Misture rapidamente a farinha, o açúcar, o sal e a manteiga aos pedaços. Junte os ovos batidos e amasse, adicionando também a água.

Trabalhe a massa durante 3 minutos e coloque-a no frigorífico durante 2 horas.

Para o recheio, corte as ameixas ao meio, tire-lhes o caroço e ponha-as a macerar no Armagnac durante 15 minutos.

À parte, misture as natas, os ovos, o açúcar e a casca da laranja.

Estenda a massa e forre com ela uma tarteira untada e polvilhada de farinha, deixando um excedente em toda a volta com cerca de 5 mm. Pique a massa no fundo com um garfo. Reparta as ameixas na tarteira e cubra-as com o creme preparado.

Leve a tarteira ao forno, a 210º C, e coza durante 30 minutos. Quando estiver cozida, desenforme a tarte e deixe a arrefecer sobre uma grelha.

Faça o suspiro, começando por bater as claras em castelo firme, adicione uma pitada de sal e junte o açúcar só quando o composto começar a subir.

Quando as claras estiverem batidas, estenda-as sobre a superfície da tarte fria, com uma espátula, mas sem endireitar (certifique-se que a tarte está totalmente fria pois, se não estiver, o suspiro pode abater).

Coloque a tarte sob o grelhador do forno e deixe dourar o suspiro durante 2 a 3 minutos.

NOTA:

O Armagnac é uma bebida alcoólica típica de uma região no sudoeste de França com o mesmo nome. Trata-se de uma aguardente de grande qualidade, semelhante ao conhaque.

Sugestão:

Aproveite as gemas que não usou nesta sobremesa e prepare um Toucinho do Céu à Maiata.

Suspiros (Águeda)

Estes bolinhos delicados, à base de merengue, são típicos em muitas regiões de Portugal, havendo pequenas diferenças nos ingredientes ou no seu formato. Em Águeda, os suspiros são uma das referências da doçaria regional, sendo a receita feita somente com claras, açúcar, limão e canela.

Ingredientes:

  • 1 kg de açúcar
  • 9 claras
  • canela q.b.
  • raspa de limão q.b.

Confeção:

Bata as claras em castelo e misture o açúcar, a raspa de limão e a canela, continuando a bater até obter um merengue consistente.

Deite o preparado num saco de pasteleiro e, usando um bico liso, tenda os suspiros um tabuleiro forrado com papel. Também poderá usar uma colher para tender.

Leve ao forno a cozer à temperatura de 170º C.

Bolo Rico em Camadas

Esta receita recebe o nome de Bolo Rico pela diversidade de ingredientes que leva, combinando-se criar um bolo de sabor e apresentação únicos. Invulgarmente feito com uma base de massa quebrada, sobre a qual se sucedem camadas de massa recheadas com riquíssimos cremes de baunilha (com iogurte, bananas, suspiros e chocolate), este bolo, coberto com chantilly e pistácios,  irá decerto criar sensação.

Ingredientes:

Para a base
Para a massa das camadas
  • 130 g de açúcar
  • 2 colheres (sopa) de água
  • 5 ovos (gemas e claras separadas)
  • 60 g de farinha maisena
  • 80 g de farinha de trigo para bolos
  • raspas de 1 limão
Para o recheio e decoração
  • ½ chávena de pistáchios ralados
  • 1 iogurte natural
  • 1 tigela de creme de baunilha
  • 2 bananas médias
  • 2 colheres (sopa) de chocolate granulado
  • 2 suspiros médios
  • 3 colheres (sopa) de açúcar em pó
  • 3 colheres (sopa) de geleia
  • 3 colheres (sopa) de sumo de laranja (natural)
  • 600 ml de natas

Confeção:

Bata as gemas com metade do açúcar e 2 colheres (sopa) de água.

Bata as claras em castelo e incorpore-as na gemada com o restante açúcar e as raspas de limão. Junte, por fim,  as farinhas.

Deite o preparado numa forma com aro, untada e forrada com papel. Leve a cozer a temperatura moderada (180° C). Desenforme e deixe arrefecer.

Tire o papel da forma e coloque a rodela de massa quebrada. Leve a cozer a 200º C, deixando depois arrefecer.

Divida o creme de baunilha em 2 porções. A uma, junte as bananas, metade do açúcar, metade do iogurte e o sumo; à outra, junte os suspiros, o iogurte restante e o chocolate.

Bata as natas com o restante açúcar, em chantilly, e adicione um pouco às duas preparações do creme.

Barre a base de massa quebrada com geleia e corte o bolo a meio.

Faça camadas os cremes e as rodelas de bolo, terminando com uma rodela. Decore com o restante chantilly e pistáchios.