Tag Archives: oleo

Broas de Frutos Secos

A tradição de pedir o Pão por Deus no dia de Todos os Santos, celebrado a 1 de novembro, é uma das que se vão preservando em algumas regiões de Portugal e (felizmente) noutras zonas vê-se uma adesão crescente a este tipo de manifestações ancestrais.

Na região Oeste, as tradições associadas a este dia ainda estão presentes na vida das comunidades e ainda é comum ir a casa de amigos e vizinhos saborear/partilhar os doces feitos e reunir as pessoas à volta da mesa, onde também não faltam os frutos secos. Há mesmo o cuidado de transmitir estes costumes aos mais novos e, não raro, nas escolas, vão avós das crianças fazer com elas as tradicionais broas doces típicas deste dia.

Ingredientes:

  • 1 colher (chá) de fermento em pó
  • 1 colher (chá) erva-doce
  • 1 colher (sopa) de óleo
  • 1 pitada sal
  • 125 g de leite
  • 250 g de açúcar
  • 3 colher (chá) de canela
  • 3 ovos
  • 500 g de farinha
  • frutos secos (pinhão, nozes, passas…)
  • raspa de citrino (limão e/ou laranja)

Confeção:

Junte o açúcar, o leite, 2 ovos, o óleo, a erva-doce e canela, a raspa do citrino e o sal, misturando tudo muito bem.

Adicione a farinha peneirada com o fermento e amasse.

Incorpore os frutos secos na massa e envolva bem.

Com as mãos untadas, molde as broas e coloque-as num tabuleiro untado ou forrado com papel vegetal.

Bata o ovo restante e pincele as broas.

Leve ao forno, pré-aquecido a 210º C, cerca de 30 minutos, até as broas estarem cozidas.

Pinhoada (Alcácer do Sal)

A pinhoada é um doce muito comum nas feiras, sendo confecionado à base de pinhões e mel ou açúcar. O nome deriva exatamente do facto de o pinhão estar na base da receita.

Embora sendo amplamente conhecida em Portugal, esta guloseima é mais uma deliciosa receita da doçaria tradicional do Alentejo, sendo um doce típico de Alcácer do Sal, uma das regiões de Portugal com maior produção de pinhão. A proliferação do doce pelo país talvez se tenha devido ao facto de Alcácer do Sal ser um importante nó rodoviário do sul de Portugal; sendo a pinhoada um doce popular, ao ser vendido aos viajantes de passagem, rapidamente se tornou conhecido e afamado em todo o país.

Ingredientes:

  • 200 ml de mel
  • 200 g de miolo de pinhão
  • óleo de amêndoas doces q.b.

Confeção:

Torre ligeiramente os pinhões no forno, espalhe-os sobre uma superfície lisa e deixe arrefecer.

Leve o mel ao lume e deixe ferver, durante 2 minutos, em lume brando.

Junte os pinhões e deixe ferver mais 2 minutos.

Retire do lume e, com uma colher, disponha montinhos de pinhoada sobre uma superfície lisa, previamente untada com um pouco de óleo de amêndoa doce.

Estenda com um rolo de cozinha para formar uma camada uniforme.

Quando a pinhoada estiver fria, corte-a em pedaços com uma faca aquecida. Coloque sobre papel vegetal ou celofane e envolva.

Foto: www.alentejolitoral.pt

Bolo com Marmelada

Extremamente simples de preparar, este bolo tem uma massa fofinha e húmida, aromatizada com limão, na qual se destacam deliciosos pedacinhos de marmelada. Adicione a marmelada de acordo com o seu gosto e o aspeto/sabor que pretende dar ao bolo.

Ingredientes:

  • ½ chávena | xícara de água
  • ½ chávena de óleo
  • 1 chávena de açúcar amarelo
  • 2,5 chávenas de farinha para bolos
  • 4 ovos
  • marmelada em pedaços pequenos
  • raspa de 1 limão

Confeção:

Ligue o forno a 170º C.

Unte uma forma e polvilhe-a com farinha. Reserve.

Misture muito bem todos os ingredientes (exceto a marmelada) até obter um preparado homogéneo.

Junte a marmelada e envolva-a bem na massa.

Deite na forma e leve a cozer cerca de 40 minutos, verificando a cozedura a partir dos 30 minutos.

Bolo de Nozes com Marmelada

Tanto as nozes como a marmelada podem ser saboreadas simples (a marmelada com pão ou bolachas), ou como base para inúmeras receitas, mais ou menos tradicionais, mas sempre deliciosas. Este bolo é uma delas, sendo extremamente simples de fazer e muito saborosa.

É delicioso encontrar pedacinhos de marmelada à medida que se vai comendo o bolo, pois ao contrário do que acontece noutras receitas, ela não é desfeita na massa, é incorporada em pequenos pedaços, juntamente com as nozes.

Ingredientes:

  • 1 chávena | xícara (chá) de nozes picadas
  • 1 chávena (chá) de óleo
  • 1 colher (chá) de fermento em pó
  • 100 g de marmelada
  • 2 chávenas (chá) de açúcar amarelo
  • 3 chávenas (chá) de farinha
  • 6 ovos

Confeção:

Ligue o forno a 170º C.

Bata os ovos com o açúcar.

Adicione o óleo, a farinha e o fermento em pó, continuando a bater.

Junte as nozes e a marmelada, cortada em pedaços pequenos, envolvendo bem na massa.

Deite numa forma untada e polvilhada com farinha e leve a cozer cerca de 40 minutos.

Pão de Requeijão e Fruta Cristalizada

Esta receita consiste numa espécie de pão doce com requeijão e fruta cristalizada, sendo no final polvilhado com açúcar em pó.

Ingredientes:

Para a massa
  • ½ kg de farinha
  • 1 chávena (café) de óleo de milho
  • 1 colher (chá) de sal
  • 150 ml de leite morno
  • 2 gemas
  • 3 colheres (sopa) de açúcar
  • 30 g de fermento de padeiro
Para o recheio
  • 1 ovo p/ pincelar
  • 100 g de requeijão fresco (esmagado)
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • 50 g de fruta cristalizada
  • 50 g de passas s/caroço
  • açúcar em pó p/ polvilhar

Confeção:

Separe 2 colheres (sopa) de farinha, junte o açúcar e esfarele o fermento por cima. Junte metade do leite, misture e deixe levedar por 10 minutos. Passado este tempo, junte os outros ingredientes e misture muito bem. Deixe a massa dobrar de volume.

Para o recheio, misture bem todos os ingredientes.

Abra a massa, coloque o recheio e envolva bem.

Ponha a massa numa forma polvilhada, pincele com o ovo batido e deixe crescer durante 15 minutos.

Coza em forno quente cerca de 20 minutos ou até que o pão de requeijão fique com uma cor dourada. Retire do forno, desnforme sobre uma grade e polvilhe com açúcar em pó.