Tag Archives: nougat

Nogados

Os nogados, commumente conhecidos pela designação francesa nougat, são um doce de origem árabe, feito à base de frutos secos (nozes, amêndoas, amendoins, avelãs, pinhões ou pistácios), geralmente mergulhado em mel ou em caramelo.

São muito populares em Portugal, nomeadamente no Alentejo e Algarve. Fazem-se em qualquer altura do ano, mas é comum encontrarem-se à mesa no Natal, no Carnaval ou na Páscoa.

Ingredientes:

  • 1 colher (café) de manteiga
  • 200 g de açúcar
  • 200 g de amêndoa
  • 3 gotas de sumo de limão

Confeção:

Leve ao lume o açúcar com a manteiga e o sumo de limão.

Deixe ferver até atingir ponto de cara­melo claro.

Retire do lume e adicione a amên­doa, picada ou inteira (como preferir).

Pincele com óleo uma superfície de trabalho lisa, deite a mistura sobre ela e deixe arrefecer um pouco.

Quando o nogado estiver morno, corte-o, na(s) forma(s) que desejar, com o auxílio do corta-massas e sirva.

Nogados de Amêndoa com Mel

Os nogados (também conhecidos como nougat) são doces muito versáteis, podendo ser saboreados como bombons ou servidos à sobremesa. Uma verdadeira gulodice com amêndoas torradas, que poderão ser substituídas por avelãs, amendoins, avelãs, pinhões ou pistácios.

Muito populares em Portugal, estes doces fazem-se em qualquer altura do ano, sendo comum encontrarem-se à mesa em datas festivas como o Natal, Carnaval ou Páscoa.

Ingredientes:

  • ½ litro de mel
  • 1 kg de miolo de amêndoa
  • 1 limão
  • água fria q.b.
  • canela p/ polvilhar

Confeção:

Corte as amêndoas sem as pelar e reserve.

Ferva o mel até atingir ponto de pasta (também designado calda fraca, pois é atingido logo que uma pequena camada de açúcar começar a aderir à colher). Acrescente a amêndoa, misture bem e deixe apurar até o doce fazer estrada no fundo do tacho. Aromatize com raspa de limão.

Deite o doce sobre uma superfície lisa e molhada com água fria. Deixe amornar e, com o auxílio de um rolo, estenda-o até obter uma folha com 1 cm de espessura.

Corte em quadrados e polvilhe-os com a canela. Deixe arrefecer e endurecer completamente.

Taças de Chocolate com Natas

Seja à sobremesa ou num momento de pausa ao longo do dia, o chocolate é a base para viver momentos de puro deleite. Esta receita é o exemplo disso mesmo, fazendo uma delícia de sobremesa, com a sua apresentação irresistível e o sabor intenso do chocolate, aliado à envolvência das natas.

Poderá servir as taças decoradas com raspas de chocolate ou com nougat, ou até servir metade das taças com um destes ingredientes e as demais com o outro. Qualquer que seja a escolha, terá sempre a certeza de que o resultado é delicioso!

Ingredientes:

  • 100 g de manteiga
  • 125 g de chocolate em pó
  • 500 g de natas p/ bater
  • 80 g de açúcar em pó
  • 90 g de chocolate em barra
  • nougat ou raspas de chocolate q.b.

Confeção:

Bata as natas, junte-lhes o açúcar e reserve no frigorífico.

Derreta o chocolate em banho-maria, juntamente com a manteiga.

Re­tire do lume, envolva o chocolate em pó, pe­neirado, e 300 ml das natas batidas.

Distribua este creme por taças e, sobre cada uma, deite as restantes natas.

Sirva o doce bem fresco, decorado com nou­gat ou lascas de chocolate.

Nogado | Nougat de Natal com Mel (Alentejo)

O Nogado (ou nougat) é um doce tradicional de origem árabe, feito originalmente à base de frutos secos – amêndoas, nozes ou pinhões –  mergulhados em mel.

Em Portugal, este doce é muito comum no Alentejo, onde surgiram versões mais económicas do que aquelas em que são usados frutos secos, sendo estes substituídos por farinha. Tal é o caso da receita aqui apresentada, tradicionalmente associada ao Natal. No entanto, no Alentejo, o nogado também está intimamente ligado às celebrações do Carnaval.

Ingredientes:

  • ½ kg de farinha
  • ½ litro de mel
  • 2 meias cascas de ovo com azeite
  • 6 ovos

Confeção:

Deite a farinha num recipiente, adicione os ovos e misture.

Acrescente o azeite e envolva-o bem na mistura até obter uma massa homogénea. Deixe repousar cerca de 15 minutos.

Com as mãos, estique a massa sobre uma superfície lisa e limpa, formando filamentos compridos, com menos de 1 cm de diâmetro.

Frite os filamentos de massa em óleo quente e deixe-os arrefecer à medida que ficam prontos.

Num recipiente à parte, leve o mel a lume brando, deixando-o aquecer até atingir o ponto de rebuçado (aos 125º C).

Depois de fritos e arrefecidos, corte os filamentos de massa em pequenos pedaços de tamanho inferior a 1 cm cada.

Coloque os pedaços no recipiente com o mel, envolvendo-os bem com uma colher de pau.

Estando bem melados (envolvidos no mel) retire os pedaços de massa frita e coloque-os num tabuleiro ou travessa, onde os moldará em formato de salame ou coroa.

Dica:

Tenha cuidado ao moldar o nogado para não se queimar, use umas luvas para o fazer.

Fonte: http://montedomel.blogspot.pt/

Nogados | Nougats (Alentejo e Algarve)

O mel, tal como o azeite, é um ingrediente fundamental na confeção de diversos doces típicos do Alentejo e Algarve. Entre eles encontram-se os famosos nogados (também conhecidos como nougat), tradicionalmente confecionados no Natal e noutras ocasiões festivas, dependendo da região. A título de exemplo, em Évora, fazem-se os nogados pelo Carnaval e, em Beja, nas festas de S. João.

Ingredientes:

Para os nogados
  • 1 pau de canela
  • 2 colheres (sopa) de aguardente
  • 2 colheres (sopa) de azeite + q.b. p/ fritar
  • 2 laranjas grandes
  • 500 g de farinha
  • água q.b.
  • folhas de laranjeira ou de limoeiro lavadas e enxutas
Para a calda
  • 700 ml de mel

Confeção:

Ferva, durante 2 minutos, um pouco de água com o pau de canela e as cascas de laranja. Deixe arrefecer um pouco.

Deite a farinha em monte, numa superfície lisa ou num recipiente largo, abra um buraco no meio e deite 2 colheres (sopa) de azeite, o suco das laranjas e a aguardente. Misture, juntando aos poucos a água aromatizada com laranja e canela, já morna.

Trabalhe bem a massa e tape-a com um pano, deixando-a repousar durante 3 horas.

Após o período de repouso, tenda rolinhos finos e compridos, com espessura de um lápis fino, e coloque-os, espaçados, sobre um pano. Este último passo é importante, porque a massa depois de esticada volta a encolher e, colocando-a sobre o pano, ela vai aderir e manter mais facilmente a forma desejada para cortar.

Estando a massa toda tendida, corte os rolinhos em pedaços com 1 cm e frite-os em azeite quente (175º C). A fritura deve ser feita em lume brando para que os nogados não fiquem crus por dentro, criando uma película exterior de cor dourada que evitará tornarem-se moles em contacto com a calda de mel.

Depois de fritos, coloque os nogados sobre papel absorvente para retirar o excesso de gordura.

Leve o mel ao lume e deixe ferver até ficar bem espesso.

Retire a espuma em excesso e, com o mel ainda no lume, deite os fritos na panela, envolvendo-os envolva-os na calda sem esmagar.

Quando retirar os nogados, deite-os sobre a pedra da bancada, previamente untada. Passe as mãos por água para não se queimar e molde os nogados, formando pequenos montinhos sobre folhas de laranjeira.