Tag Archives: massapão

Huesos de Santo (Espanha)

Os Huesos de Santo (ossos de Santos) são doces típicos da festa de Todos os Santos, em Espanha. São feitos de massapão e tradicionalmente com recheio de doce de ovos (embora haja variantes com recheio de chocolate, creme de coco, entre outros).

Estes doces tradicionais começaram a ser feitos no início do século 17, em Madrid, para o dia de Todos os Santos. O seu nome deve-se ao facto de se assemelharem realmente a ossos, mas apesar da estranheza do nome são verdadeiramente deliciosos.

Ingredientes:

Para o massapão
  • 100 ml de água
  • 150 g de amêndoa ralada
  • 200 g de açúcar
  • açúcar em pó q.b.
Para o doce de ovos
  • 50 ml de água
  • 100 g de açúcar
  • 4 gemas

Confeção:

Comece por fazer o massapão, colocando em lume forte a água com o açúcar.

Junte a amêndoa e amasse bem até formar uma pasta. Deixe arrefecer e, entretanto, prepare o doce de ovos.

Ponha a água e o açúcar em lume forte.

Bata as gemas, uma a uma, e junte-as, em fio, à água açucarada, ligando bem. Aqueça em banho-maria, mexendo sempre até ficar um creme espesso (tome atenção para que não ferva e talhe). Deixe arrefecer.

Para montar os huesos, amasse o massapão e estenda-o com um rolo de cozinha sobre uma superfície polvilhada com açúcar em pó. Corte tiras de 4 centímetros e corte-as depois em quadrados. Enrole cada quadrado num pauzinho de 1 centímetro; forme pequenos cilindros e passe-os por açúcar em pó.

Retire o pauzinho e deixe secar. Por fim, recheie com o doce de ovos.

Bolo de Natal com Chocolate e Licor

Aprenda a fazer um delicioso bolo de Natal com chocolate e licor para ter um verdadeiro presente no centro da sua mesa na ceia da consoada.

A confeção do bolo requer tempo e dedicação, mas o resultado compensa largamente o esforço… Além de muito saboroso, é um bolo com uma apresentação apelativa.

Ingredientes:

  • 1 pacotinho de açúcar baunilhado
  • 1,5 colher (sopa) de cacau em pó
  • 150 g de açúcar
  • 150 g de açúcar em pó
  • 175 g de farinha
  • 200 g de chocolate preto picado
  • 200 g de natas
  • 3 colheres (sopa) de doce de damasco
  • 3 colheres (sopa) de licor Amaretto
  • 3 ovos
  • 300 g de cobertura de chocolate
  • 300 g de massapão
  • 60 g de manteiga

Confeção:

Ferva as natas e adicione o chocolate preto, mexendo sempre.

Deite o preparado numa tigela, tape e deixe repousar cerca de 4 horas.

Para o bolo, comece por derreter a manteiga e deixe arrefecer um pouco.

Ligue o forno a 175º C.

Separe as gemas das claras e bata estas em castelo, polvilhando, aos poucos, com o açúcar baunilhado.

Incorpore delicadamente as claras em castelo nas gemas. Polvilhe sobre elas a farinha e o cacau e, por último, acrescente cuidadosamente a manteiga derretida.

Deite a massa numa forma com 24 cm de diâmetro forrada com papel manteiga, e alise.

Leve a cozer cerca de 25 a 30 minutos. Desenforme e deixe o bolo arrefecer sobre uma grade.

Bata bem o preparado de natas e chocolate até ficar em creme.

Corte o bolo na horizontal, coloque um anel de bolos em torno da base inferior e regue a base do com o licor. Barre depois com o creme de chocolate e cubra com a outra parte do bolo pressionando levemente.

Coloque o bolo no frigorífico cerca de 30 minutos.

Aqueça o doce de damasco e passe-o através de uma peneira.

Retire o anel do bolo e barre toda a superfície com o doce.

Pique grosseiramente a cobertura de chocolate e leve a derreter em banho-maria.

Peneire o açúcar em pó e amasse-o com 1/3 do massapão. Estique outro terço de massapão, de forma a que fique fino e com a dimensão do bolo. Reserve o restante.

Cubra o bolo com o massapão, pressionando levemente.

Deite 2 colheres (sopa) de cobertura de chocolate num saco de congelação pequeno, cubra o bolo com a restante cobertura de chocolate e deixe secar.

Estique o restante massapão, recorte um pai natal e uma estrela e coloque sobre o revestimento de chocolate quase seco.

Faça um pequeno buraco no saco de congelação e, com a cobertura de chocolate, faça os contornos do Pai Natal. Escreva uma mensagem alusiva à quadra.

Como fazer Massapão | Marzipan

Esta massa, conhecida com inúmeras outras designações, dependendo da região ou país — massa ou pasta de amêndoa, massa de doce regional (Algarve) ou marzipã —, é feita à base de amêndoas moídas, claras e açúcar.

Pode ser colorida e aromatizada, mas sua utilização é muito versátil sobretudo por ser moldável em qualquer formato ou tamanho, além de ser excelente como cobertura. Relativamente ao fondant, a grande diferença na preparação prende-se com a quantidade de açúcar usada e com o facto de o massapão levar amêndoa.

Embora não haja consenso no que se refere à origem da receita, a versão mais comum é de que tem origem árabe, sendo conhecido no ocidente a partir do século VIII.

Conserva-se durante um mês, no frigorífico, numa embalagem muito bem fechada, mas não deve apanhar qualquer humidade.

Ingredientes:

  • 1 colher (sopa) de água
  • 300 g de açúcar
  • 300 g de amêndoas
  • clara de ovo

Confeção:

Escalde e pele as amêndoas, deixando-as secar ao sol ou em forno quente, mas aberto.

Depois de secas, rale bem as amêndoas até ficarem em pó.

Leve o açúcar ao lume com a água e deixe ferver até fazer ponto de pasta (a calda adere à colher, sem correr em fio).

Junte a amêndoa ralada e, em lume muito brando e mexendo sempre, deixe cozer até se ver o fundo do tacho, isto é, até fazer ligeiramente estrada.

Depois de juntar a amêndoa com o açúcar, vá amassando estes ingredientes com bocadinhos de clara de ovo até a massa ficar com uma consistência moldável.

Dependendo da sua aplicação, pode utilizar o massapão imediatamente ou deixá-lo repousar um pouco — no caso de ser usado como cobertura, deve usá-lo de imediato, quando ainda está molinho, porque depois tende a secar; já no caso de usar na preparação do doce fino algarvio, deve deixar a massa repousar.

Bolinhos de Marzipan | Massapão (Brasil)

Marzipan é o nome que se dá no Brasil à massa de amêndoas que conhecemos em Portugal como massapão ou maçapão. Estes bolinhos são feitos à base dessa massa de amêndoas, que é enrolada e cortada em pedaços depois de ir ao forno. São tão bons que o difícil será comer só um…

Ingredientes:

Para o massapão
  • 1 clara
  • 1 colher (chá) de essência de amêndoas
  • 250 g de açúcar em pó
  • 250 g de amêndoas
Para os bolinhos
  • 1 ovo
  • 1 pitada de sal
  • 100 g de manteiga gelada
  • 200 g do massapão preparado
  • 250 g de farinha de trigo
  • 5 colheres (sopa) de água gelada
  • metades de amêndoas p/ decorar

Confeção:

Para o massapão, comece por pôr a água ao lume e, quando ferver, acrescente as amêndoas. Deixe ferver durante 3 minutos e escorra a água.

Passe as amêndoas para uma tigela com água e gelo (o choque térmico faz com que a pele das amêndoas se solte facilmente). Aguarde 2 minutos, escorra a água e retire a pele das amêndoas.

Ligue o forno a 160º C durante 10 minutos e desligue-o.

Ponha as amêndoas num tabuleiro e leve-as a torrar no forno quente, já desligado (abane o tabuleiro de vez em quando para que as amêndoas torrem por igual).

Rale as amêndoas até obter uma farinha fina.

Deite a amêndoa desfeita numa tigela e acrescente o açúcar, a clara e a essência de amêndoas. Misture até obter uma massa uniforme.

Embrulhe o massapão em película aderente e deixe repousar durante 2 horas, em ambiente fresco e arejado.

Entretanto, prepare os bolinhos. Corte a manteiga em cubos, junte a farinha e o sal e amasse bem com as pontas dos dedos.

Adicione a água gelada, aos poucos, e trabalhe a massa até conseguir formar uma bola.

Embrulhe em película aderente e ponha no frigorífico durante 30 minutos.

Bata bem o ovo e reserve.

Ligue o forno a 180º C.

Quando retirar a massa do frio, estenda-a com um rolo numa superfície enfarinhada até ficar com 0,2 cm de espessura.

Corte um retângulo de 10 x 30 cm e pincele com o ovo batido.

Faça uma base de massapão com cerca de 3 cm de espessura por 30 cm de comprimento. Coloque-a no centro da massa e feche (embrulhando o massapão).

Ponha num tabuleiro, deixando a parte da massa que foi fechada voltada para baixo.

Pincele com o ovo e coloque uma metade de amêndoas a cada 0,75 cm, aproximadamente. Aperte ligeiramente para fixar e pincele novamente com o ovo.

Leve ao forno durante 35 minutos ou até que a massa fique dourada. Retire e deixe arrefecer.

Corte a massa em fatias no espaço entre as amêndoas.

Para conservar, ponha num recipiente com tampa e guarde em local seco e arejado.

Tiborna Grande (Vila Viçosa)

A doçaria conventual sempre marcou a cozinha tradicional portuguesa, da qual se destaca a do Alentejo, região riquíssima na produção de ingredientes que fazem parte destas deliciosas especialidades gastronómicas. As tibornas, recheadas com doce de chila e amêndoa que se aliam aos ovos sempre presentes na doçaria conventual, são o doce mais apreciado e conhecido de Vila Viçosa, situada no distrito de Évora.