Tag Archives: Margaride

Cavacas de Margaride | Bolos de Gema

Estas cavacas, cobertas com glacê depois de prontas, são típicas de Margaride, localidade no concelho de Felgueiras de onde é originário o famoso Pão de ló com o seu nome, e integram as tradição de Páscoa naquela região. O seu sabor e a textura macia lembram a delicadeza do pão de ló.

Outrora eram feitas pelas famílias para serem oferecidas em devoção a Nossa Senhora; as cavacas que restavam eram guardadas e servidas quando se recebiam visitas. Hoje em dia, embora se mantenha a tradição secular de serem servidos na Páscoa, são bolos confecionados durante todo o ano.

Ingredientes:

(cerca de 50 cavacas)
Para a massa
  • 1 pitada de canela
  • 175 g de farinha de trigo
  • 200 g de açúcar
  • 3 ovos + 4 gemas
  • raspa de ½ limão
Para a cobertura
  • 1 clara
  • 1 colher (sobremesa) de sumo de limão
  • 150 g de açúcar em pó

Confeção:

Bata bem os ovos, as gemas e o açúcar até obter um creme muito fofo e esbranquiçado (cerca de 20 minutos na batedeira).

Adicione a raspa de limão, a canela e a farinha. Envolva bem, sem bater, até obter um preparado cremoso e homogéneo.

Pré-aqueça o forno a 180º C.

Com uma colher de sobremesa, coloque porções de massa num tabuleiro, untado e enfarinhado, tendo o cuidado de manter uma distância razoável entre cada uma.

Leve ao forno cerca de 10 minutos.

Depois de cozidas, retire as cavacas com uma espátula e deixe-as arrefecer sobre uma rede.

Para o glacê, misture o açúcar em pó com a clara e o sumo de limão.

Bata bem (se usar a batedeira de varas, coloque-a numa velocidade baixa) até o glacê ganhar consistência. Depois de pronto, o glacê deve ficar branco, fofo e brilhante.

Cubra as cavacas com uma camada fina de glacê e, com os dedos, faça formas circulares na superfície. Deixe secar de um dia para o outro.

Depois de prontas, poderá guardar as cavacas durante vários dias, numa caixa de lata fechada.

SUGESTÃO:

Com as claras que sobraram da confeção destas maravilhosas Cavacas de Margaride, sugerimos que prepare uma outra iguaria da doçaria tradicional portuguesa, os Tosquiados de Beja (receita AQUI).

Pão de Ló de Margaride

O Pão de Ló de Margaride é uma referência na doçaria tradicional portuguesa, tendo a Câmara Municipal de Felgueiras apresentado, em 2011, a sua candidatura às 7 Maravilhas da Gastronomia, na categoria de doces. A qualidade e excelência deste doce regional foram reconhecidas pela Casa Real Portuguesa, tendo sido atribuído à sua criadora, D. Leonor Rosa da Silva, o título de “Doceira da Casa Real”.

O autêntico pão de ló de Margaride é cozido em forno de lenha em formas de barro não vidrado. Estas formas são constituídas por três tigelas, duas iguais e uma mais pequena, sendo esta colocada invertida no centro de uma das outras tigelas, formando um cano.

Ingredientes:

  • 1 pitada de sal
  • 19 gemas
  • 250 g de farinha
  • 500 g de açúcar
  • 6 ovos inteiros
  • casca de 2 limões

Confeção:

Deite os ovos, o açúcar, as cascas de limão e o sal num recipiente amplo e bata até a mistura clarear e fazer castelo (a massa faz um montinho quando se deixa cair de uma colher).

Retire as cascas de limão e, aos poucos, junte a farinha em chuva, peneirada no momento. Note que a farinha não deve ser batida, mas sim bem misturada com as mãos, sendo, por isso, necessária a participação de duas pessoas — uma para peneirar e outra para envolver a farinha. Este processo manual poderá durar aproximadamente ½ hora e o pão de ló com uma textura muito fofa. No entanto, poderá também fazê-lo numa batedeira elétrica, que lhe irá poupar tempo.

Deite a massa numa tigela previamente forrada com papel manteiga (ou outro papel grosso) untado, em quadrados sobrepostos. Encha a forma de pão de ló até um pouco mais de meio, vire os bicos do papel para dentro e tape com a segunda tigela.

Leve a cozer em forno moderadamente quente, durante 30 a 45 minutos no máximo. Verifique a cozedura com um palito.

Retire do forno e desenforme, deixando depois arrefecer o seu pão de ló de Margaride.

Créditos da foto: www.paodelodemargaride.pt