Tag Archives: Maia

Lidadores (Maia, Porto)

Este é uma receita proveniente do  Mosteiro do Salvador de Moreira da Maia, vulgarmente designado Mosteiro de Moreira da Maia. Sendo uma receita de origem conventual, é notória a quantidade exorbitante de gemas, destacando-se igualmente uma generosa quantidade de amêndoas e abóbora cristalizada.

Ingredientes:

(para 10 lidadores grandes)
  • 100 g de farinha de trigo
  • 2,5 kg de açúcar
  • 500 g de manteiga
  • 60 gemas
  • 950 g de amêndoa moída
  • 950 g de abóbora cristalizada e picada

Confeção:

Leve ao lume a manteiga e o açúcar, deixando-os ligar bem.

Deixe o preparado arrefecer e junte as gemas, a amêndoa moída e a abóbora cristalizada.

Dilua a farinha para não ficar com grumos e junte-a ao preparado, deixando repousar meia hora.

Forre tigelas de barro com papel vegetal e deite nelas o preparado.

Leve a cozer, em forno brando, durante 1 hora.

Fonte da receita: Turismo da Maia – visitmaia.pt  |  Foto: gastronomiadamaia.blogspot

Biscoitos da Maia

Os Biscoitos da Maia, quase indubitavelmente de origem conventual, têm um grande valor simbólico pela representação histórico-lendária que carregam. Estando intimamente ligados à figura de Gonçalo Mendes da Maia, um guerreiro de feitos lendários que foi o grande suporte do rei D. Afonso Henriques no período da Reconquista e formação da nacionalidade portuguesa.

Pelo que representam, estes biscoitos, embora possam ter diferentes formas, são geralmente feitos com o formato de espada ou escudo.

Ingredientes:

Para a massa
  • 1 clara
  • 100 g de açúcar
  • 100 g de margarina
  • 200 g de farinha de trigo com fermento
Para a cobertura
  • açúcar em pó q.b.

Confeção:

Bata a clara com o açúcar até ligar.

Junte a margarina derretida e a farinha, amassando até que o preparado se solte das mãos.

Tenda os biscoitos, dando-lhe as tradicionais formas de espada e escudo (ou outra do seu agrado) e disponha-os em tabuleiros untados e polvilhados com farinha.

Leve os biscoitos a cozer em forno moderado.

Depois de cozidos, passe os biscoitos por uma calda de açúcar em ponto de pasta (ao mergulhar uma colher na calda, esta adere e forma uma crosta).

Fonte: Turismo da Maia – visitmaia.pt

Sugestão:

Use a gema para fazer uma afamada receita da doçaria regional da Guarda, os Bolos de Escalhão.