Tag Archives: Algarve

Torta de Alfarroba e Mel

A alfarroba e o mel, produtos abundantes no Algarve, são dois ingredientes benéficos para a saúde e com um paladar muito agradável. A alfarroba faz lembrar o cacau e o mel faz as nossas delícias pela sua delicadeza e sabor. A tarte de alfarroba e mel concilia o melhor destes dois ingredientes, tornando-se num doce apetecível para a sobremesa ou para saborear em qualquer momento do dia, a acompanhar um café ou um bom copo de leite.

Tarte de Alfarroba (Algarve)

A alfarroba, fruto tipicamente algarvio, tem um sabor único que lembra o cacau e é rica em vitaminas e minerais, sendo uma alternativa saudável ao chocolate.

Bolinhos de Amêndoa (Algarve)

Sendo a amêndoa um dos produtos de excelência do Algarve, ela é um dos ingredientes mais usados na criação de doces regionais, como é o caso destes deliciosos bolinhos, de confeção muito simples. A massa não leva farinha, sendo a amêndoa que lhes dá consistência.

Estes bolinhos são uma especialidade do barrocal algarvio, uma sub-região natural do Algarve, entre a serra e o litoral, que se caracteriza pela presença de várias elevações calcárias irregulares, denominadas barrocos.

Ingredientes:

  • 2 claras
  • 250 g de açúcar
  • 500 g de miolo de amêndoa
  • 70 g de manteiga
  • farinha p/ polvilhar

Confeção:

Pele e rale as amêndoas. Reserve.

Bata as claras em castelo firme.

Junte a manteiga, as claras batidas em castelo e o açúcar ao miolo da amêndoa e misture bem.

Molde bolinhos redondos e disponha-os num tabuleiro polvilhado com farinha.

Leve a cozer em forno forte, cerca de 15 minutos, até os bolinhos estarem dourados.

Sugestão:

Utilize as gemas para fazer Leite Frito de Estremoz (receita AQUI).

Bolo de Alfarroba (Algarve)

A alfarroba foi trazida para Portugal pelos árabes, ficando como um dos produtos mais característicos do Algarve. Tem vindo a ser cada vez mais utilizada na doçaria regional algarvia e, hoje em dia, tem várias utilizações, sendo inclusivamente afamada pelo seu potencial na indústria faramacêutica e dos cosméticos. No entanto, foi menosprezada durante muito tempo, ficando caída no chão ou utilizada como alimento para o gado.

É frequentemente usada como substituto do chocolate, sendo mesmo designada “chocolate saudável” pelo facto de conter muito menos gordura. Não podemos, porém, ignorar que é rica em açúcares naturais e, como tal, é altamente calórica.

São vários os doces feitos à base de alfarroba, como é o caso deste bolo, cujo aspeto lembra o bolo de chocolate.

Ingredientes:

  • 150 g de miolo de noz
  • 500 ml de água
  • 130 ml de óleo de milho
  • 180 g de açúcar amarelo
  • 80 g de farinha de alfarroba
  • 350 g de farinha de trigo
  • 1 colher (chá) de fermento em pó

Confeção do modo Tradicional:

Numa trituradora, rale o miolo de noz e reserve.

Ligue o forno a 180º C.

Misture a farinha de alfarroba com a farinha de trigo, o fermento e o açúcar.

Acrescente o óleo de milho e a água e bata bem, até a mistura ficar homogénea.

Adicione o miolo de noz reservado e envolva.

Deite a massa numa forma redondo de fundo removível, untada com manteiga e polvilhada com farinha, e leve a cozer cerca de 30 minutos.

Preparação na Bimby:

Ligue o forno a 180º C.

Coloque o miolo de noz no copo da Bimby e programe 3 seg/ vel 5. Reserve.

Deite a água no copo, juntamente com o óleo de milho, o açúcar, as farinhas e o fermento e programe 15 seg/ vel 4.

Adicione o miolo de noz reservado e envolva com a espátula.

Deite a massa numa forma redondo de fundo removível, untada com manteiga e polvilhada com farinha, e leve a cozer cerca de 30 minutos.

Sugestão:

Sirva o bolo polvilhado com açúcar em pó ou decorado com nozes.

Merengues do Algarve

Qualquer que seja a forma como é servido, o merengue é sempre um doce deliciosamente apetecível. Nesta receita regional do Algarve, os merengues são acasalados com doce de ovos e, no final, polvilhados com açúcar em pó. Uma tentação!…

Ingredientes:

Para os merengues
  • 100 ml de água
  • 6 claras
  • 325 g de açúcar
  • raspa de 1 limão
  • açúcar em pó p/ polvilhar
Para o doce de ovos
  • 4 colheres (sopa) de açúcar
  • 4 gemas

Confeção:

Leve 250 gramas de açúcar ao lume com a água e deixe ferver até atingir o ponto de pérola (ao vazar um pouco de calda, o fio que corre é resistente e com uma extremidade que se assemelha a uma pérola).

Entretanto, bata as claras em castelo com a raspa do limão. As claras e o ponto devem ficar prontos ao mesmo tempo.

Junte a calda de açúcar em fio sobre as claras e sem parar de bater. Acrescente os restantes 125 gramas de açúcar, batendo sempre até o preparado ficar bem duro.

Molde a massa com duas colheres (à semelhança do processo utilizado nos pastéis de bacalhau) e disponha-a sobre um tabuleiro molhado com água fria.

Leve os merengues a cozer em forno brando até secarem por fora, mas sem corar muito. Eles devem ficar cremosos por dentro mas duros por fora.

Enquanto os merengues estão no forno, prepare os ovos-moles, misturando muito bem as gemas com o açúcar.

Una os merengues dois a dois com um pouco do doce de ovos e polvilhe-os com açúcar em pó.