Tag Archives: aletria

Como Organizar uma Festa de Natal Económica

O Natal é uma altura do ano por que ansiamos e que idealizamos com vários meses de antecedência. É nesta época que muitas famílias se reúnem e reencontram, sendo, em muitos casos, o único momento em que se conseguem reunir todos.

Associada a este reencontro, está a fartura de comida e doces, marcando a alegria do acolhimento com o que há de melhor para servir à mesa. A abundância e o desperdício acabam por ser realidades que pouco têm a ver com a época natalícia, mas que são uma consequência da fartura que há nesta quadra festiva.

Estando nós a passar por um período de crise, há que repensar a forma de organizar a festa de Natal em que os nossos familiares e/ou amigos se sintam calorosamente acolhidos, sem termos de gastar muito dinheiro ou gerar muito desperdício.

Há alguns princípios que podem ser seguidos. Acima de tudo, não encomende a comida ou doces,  pois sai-lhe muito mais caro; faça-os em casa e, no final, verá que valeu realmente a pena.

Deixamos-lhe algumas dicas e sugestões que poderá ter em conta para conseguir organizar uma festa de Natal económica e com muita Doçura.

Faça bolachinhas e biscoitos de Natal

Aproveite a ocasião para criar um momento de partilha e confraternização. Leve os seus filhos para a cozinha e façam juntos biscoitos e bolachinhas de Natal, com as quais poderá presentear os seus convidados.

Algumas receitas que pode preparar…

Bolachas de Gengibre (Suécia)

Anéis de Melaço (Malta)

Tartes de Ameixa (Finlândia)

Biscoitos de Baunilha (Áustria)

Faça as sobremesas em casa

Nesta altura, as sobremesas de compra tendem a encarecer muito. O melhor será fazer receitas caseiras tradicionalmente associadas a esta quadra, económicas e que não são muito trabalhosas, como o arroz-doce, a aletria ou os pudins.

Há receitas que permitem fazer o aproveitamento de ingredientes, como o pão, com o qual poderá fazer pudim de pão e/ou as famosas rabanadas. A salada de frutas é uma sobremesa bastante económica, que sabe sempre bem e que acaba por desenjoar de todos os doces que possa ter à mesa nesse dia.

Deixamos-lhe algumas sugestões de sobremesas que pode fazer:

Arroz-doce à Portuguesa

Arroz-doce de Natal

Aletria Tradicional

Faça os fritos de Natal em família

Sendo uma festa somente de família, poderá fazer os fritos de Natal no dia 24. Lembro-me de, em criança, a minha mãe fazer questão de terminar as filhós e os coscorões com todos nós, tendo cada um uma tarefa de acordo com a idade – a nós, os mais novos, competia-nos envolver os fritos no açúcar e canela. E como nos deliciávamos todos a preparar os doces em família!

Filhós de Natal

Filhós de Forma

Azevias de Batata-doce

Azevias de Grão

Rabanadas com Mel

Coscorões

Sonhos de Abóbora

Faça a experiência de saborear um bolo-rei ou bolo rainha caseiros

O bolo-rei é um dos doces de referência no Natal, mas tendemos a comprá-lo por uma questão de facilitismo ou até por pensarmos que é demasiado difícil para fazer em casa. Nada disso! O que é preciso é pôr mãos à obra e, no final, verá que fica surpreendido com o resultado…

Poderá aproveitar as sobras do Natal e, na passagem de ano fazer rabanadas de bolo-rei. São deliciosas!

Deixamos-lhe algumas ideias práticas para fazer os seus bolo-rei ou rainha caseiros:

Como fazer Fruta Cristalizada

Bolo-Rei

Bolo Rainha

Roscon de Reyes (Espanha)

Faça da festa de Natal um momento de verdadeira partilha

Caso tenha uma família grande, peça que cada um traga algo para partilhar – salgados, entradas, uma sobremesa, doces… Há sempre alguém na família que tem mais jeito para fazer determinada  receita e, desta forma, poderão deliciar-se com a partilha do que cada um trouxe.

Clique na imagem que se segue e descubra todas as receitas de Natal que temos publicadas. Poderá tirar ideias, inovar, fazendo receitas de outros países, ou definir com os restantes elementos o que cada um traz para a festa…

Doces de Natal

No final, se sobrarem comida ou doces, distribua por todos e, assim evitará, desperdícios.

Fios de Ovos de Aletria

Existem diversas variantes da receita da aletria, um doce particularmente apreciado no inverno, especialmente, na época natalícia, sendo que as diferenças podem ter a ver com a consistência ou ingredientes utilizados.

Há uma similitude na apresentação dos fios de ovos e da aletria, embora esta última nem sempre leve gemas na sua confeção (um dos ingredientes que está na base da confeção dos fios de ovos). Nesta receita, essa semelhança é explorada ao máximo, sendo a aletria, depois de pronta, levantada para ficar com a leveza própria dos fios de ovos.

Ingredientes:

  • 1 pau de canela
  • 250 g de aletria muito fina
  • 400 g de açúcar
  • 50 g de manteiga
  • 750 ml de água + q.b. p/a fervura
  • 9 gemas grandes
  • canela em pó q.b.
  • casca de 1 limão

Confeção:

Leve bastante água ao lume a ferver com a manteiga e acrescente a aletria, que deve só levantar fervura.

Escorra e passe por água fria até a aletria estar completamente fria.

Num tacho, coloque 750 ml de água, juntando-lhe depois o açúcar, a casca do limão e o pau de canela. Deixe ferver até o açúcar ficar em calda.

Introduza a aletria na calda e deixe acabar de cozer.

Retire do lume e misture cuidadosamente as gemas batidas, levando novamente ao lume, mas sem deixar ferver para não talhar os ovos.

Coloque numa travessa e, com o auxilio de um garfo, levante o aletria para a ir soltando e ficar com o aspeto de fios de ovos.

Depois de frio, polvilhe o doce com canela.

Aletria Doce

A aletria é um doce feito tradicionalmente em ocasiões festivas, sobretudo na época de Natal. Há quem não dispense a aletria na ceia da consoada e há quem prefira o arroz-doce. Cá me casa, não há Natal sem aletria, o meu marido Adora este doce!…

A receita varia de região para região, podendo levar maior o menor quantidade de massa, ser feita com ou sem gemas ou ter uma consistência  que pode variar entre o compacto (podendo ser cortada às fatias) e o cremoso. Aqui apresentamos a receita básica deste maravilhoso doce de Natal, feito com leite, açúcar, manteiga, gemas, aletria e limão.

Ingredientes:

  • ½ litro de leite
  • 100 g de açúcar
  • 15 g de manteiga
  • 4 gemas
  • 75 g de aletria
  • sal q.b.
  • casca de 1 limão
  • canela p/ polvilhar

Confeção:

Coza a aletria em água e sal durante 6 minutos. Retire do lume e escorra.

Acrescente à aletria escorrida o leite, a manteiga e a casca de limão e leve ao lume até cozer.

Junte o açúcar e as gemas (previamente misturadas num pouco do líquido da aletria) e deixe levantar fervura. Já fora do lume, retire a casca do limão e distribua o doce por pratinhos.

Polvilhe a aletria com canela.

Aletria à Moda Antiga

Saiba como fazer uma receita deliciosa de Aletria à moda antiga. Um doce tradicional, simples e saboroso, que não pode faltar à mesa nas ocasiões festivas como o Natal.

Esta receita caracteriza-se por não levar leite, pois antigamente este era um ingrediente que não se tinha com a facilidade de hoje em dia e, por isso, a aletria fazia-se só com água. Daí que esta receita também se designe Aletria de Água.

Ingredientes:

  • 150 g de açúcar
  • 250 g de aletria
  • 2 gemas
  • 2 paus de canela
  • 600 ml de água
  • canela em pó q.b.
  • raspa de 1 limão

Confeção:

Leve ao lume a água, o açúcar, a raspa de limão e os paus de canela, deixando ferver.

Assim que a mistura estiver a ferver, junte a aletria, deixando apurar um pouco.

Retire os paus de canela e a raspa de limão e, quando a aletria tiver absorvido a calda, junte as gemas, envolvendo bem, para dar cor ao doce.

Coloque a aletria em travessas e polvilhe com canela.

Sugestão:

Aproveite as claras para fazer Bolinhos de Amêndoa.

Aletria Doce (Guimarães)

A gastronomia vimaranense é já muito antiga e a doçaria, com referências bibliográficas desde o século XVI, tem nela um papel muito especial. O Convento da Madre de Deus, vulgarmente designado Convento das Capuchinhas, é um dos tesouros de Guimarães, não só pelo seu legado arquitetónico mas também pelas receitas que aí foram criadas.

Esta aletria é um dos doces que pertence ao receituário daquele convento. Tem a particularidade de levar amêndoa e, não fosse ela um doce conventual, é feita com uma quantidade abundante de gemas.

Ingredientes:

  • 1 colher (sopa) de azeite [ou 1 noz de manteiga]
  • 1 kg de aletria
  • ½ litro de leite + q.b. p/ a preparação inicial da aletria
  • 12 gemas
  • 125 g de amêndoas, torradas e raladas grossas
  • açúcar q.b.
  • água q.b.
  • casca de 1 limão
  • canela p/ polvilhar

Confeção:

Coza ligeiramente a aletria em água na qual deve misturar o azeite. Retire e escorra para uma peneira.

Deite a aletria em leite com um pouco de açúcar onde acaba de cozer. Retire e escorra novamente na peneira.

Leve a ferver o ½ litro de leite, a casca de um limão, as gemas e as amêndoas.

Junte a aletria e deixe ferver um pouco.

Deite numa travessa e polvilhe com canela.

Sugestão:

O pudim Molotov é sempre uma excelente opção para aproveitar a grande quantidade de claras que sobram em receitas como esta.