Tag Archives: agua

Mexidos do Natal

O Natal é a época do anos em que mais abundam as receitas tradicionais. Os mexidos não podem faltar na ceia natalícia do Minho, sendo  “o mais solene banquete da família minhota”, como escreveu Ramalho Ortigão.

Feitos com frutos secos, vinho do Porto, miolo de pão e uma quantidade considerável de gemas, os mexidos são doces natalícios que marcam pelo seu maravilhoso sabor, riqueza de ingredientes e diversidade de texturas. Um doce tradicional português que merece ser divulgado!

Ingredientes:

  • 1 cálice de vinho do Porto
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 1 pau de canela
  • 1,5 l de água
  • 10 gemas
  • 250 ml de mel
  • 250 g de açúcar
  • 250 g de miolo de pão (de preferência, tipo cacete)
  • 50 g de nozes picadas
  • 50 g de passas
  • 50 g de pinhões
  • casca de ½ limão
  • canela p/ polvilhar

Confeção:

Leve a água ao lume com o açúcar, a casca de limão, o pau de canela e o mel até atingir o ponto de espadana (a calda corre com o aspeto de lâmina).

Retire do lume, corte o pão em fatias muito finas e junte ao preparado anterior, mexendo bem para o desfazer sem formar grumos.

Acrescente os frutos secos, o vinho do Porto e as gemas mexidas.

Leve novamente ao lume, mexendo sempre, sem deixar talhar as gemas. Retire do calor e acrescente a manteiga.

Deite os mexidos num prato fundo e polvilhe com canela.

Tartes de Ameixa (Finlândia)

Esta é uma receita tradicional de Natal, na Finlândia. As tartes são feitas com massa folhada, com um recheio muito simples de preparar, somente com ameixas, açúcar e água.

Uma boa sugestão para fazer uma receita tradicional neste Natal.

Ingredientes:

Para a base
Para o recheio
  • ½ kg de ameixas pretas
  • 150 g de açúcar
  • água q.b.
Para a cobertura
  • gemas p/ pincelar
  • açúcar em pó (opcional)

Confeção:

Lave as ameixas e ponha-as de molho durante algumas horas. Quando já estiverem moles, tire-lhes os caroços e leve-as ao lume, com o açúcar e um pouco de água, deixando ferver até obter uma espécie de puré.

Estenda a massa folhada com o rolo e corte-a em quadrados, com cerca de 8 cm.

Ponha o recheio no centro de cada quadrado de massa.

Faça um corte diagonal partindo dos cantos, mas sem chegar ao centro.

Dobre uma metade de cada canto para o centro, formando uma estrela. Humedeça os cantos com água para os manter selados.

Pincele as tartes com gema e leve a cozer em forno quente (225º C)  até que a superfície fique dourada, aproximadamente 15 minutos.

Quando retirar, deixe arrefecer um pouco e polvilhe as tartes com açúcar em pó, que as tornará ainda mais apelativas.

Fios de Ovos de Aletria

Existem diversas variantes da receita da aletria, um doce particularmente apreciado no inverno, especialmente, na época natalícia, sendo que as diferenças podem ter a ver com a consistência ou ingredientes utilizados.

Há uma similitude na apresentação dos fios de ovos e da aletria, embora esta última nem sempre leve gemas na sua confeção (um dos ingredientes que está na base da confeção dos fios de ovos). Nesta receita, essa semelhança é explorada ao máximo, sendo a aletria, depois de pronta, levantada para ficar com a leveza própria dos fios de ovos.

Ingredientes:

  • 1 pau de canela
  • 250 g de aletria muito fina
  • 400 g de açúcar
  • 50 g de manteiga
  • 750 ml de água + q.b. p/a fervura
  • 9 gemas grandes
  • canela em pó q.b.
  • casca de 1 limão

Confeção:

Leve bastante água ao lume a ferver com a manteiga e acrescente a aletria, que deve só levantar fervura.

Escorra e passe por água fria até a aletria estar completamente fria.

Num tacho, coloque 750 ml de água, juntando-lhe depois o açúcar, a casca do limão e o pau de canela. Deixe ferver até o açúcar ficar em calda.

Introduza a aletria na calda e deixe acabar de cozer.

Retire do lume e misture cuidadosamente as gemas batidas, levando novamente ao lume, mas sem deixar ferver para não talhar os ovos.

Coloque numa travessa e, com o auxilio de um garfo, levante o aletria para a ir soltando e ficar com o aspeto de fios de ovos.

Depois de frio, polvilhe o doce com canela.

Azevias de Batata-doce com Massa Brick

A batata-doce é um ingrediente comum nas receitas de Natal – sejam elas broas, bolos ou fritos. A sua textura contribui para a suavidade da massa ou recheio em que é usada e o seu sabor adocicado combina bem com as especiarias e iguarias natalícias.

O estaladiço próprio da massa brick é envolto pela suavidade do recheio e a delicadeza da calda ou mel com que as azevias são regadas. Um doce a que será muito difícil resistir…

Ingredientes:

  • 100 g de açúcar
  • 200 ml  de água
  • 2 gemas
  • 500 g de batata-doce
  • 8 folhas de massa brick
  • raspa de 1 limão
  • calda de açúcar ou mel p/regar as azevias

Confeção:

Asse as batatas-doces com a casca, retire-lhes a pele e reduza tudo a puré.

Leve ao lume o açúcar, a água e a raspa do limão, deixando ferver até atingir o ponto de cabelo (mergulhando a colher na calda, ao levantá-la, correm fios finos e estaladiços).

retire do calor, junte o puré de batata e deixe arrefecer um pouco. Acrescente as gemas e mexa bem.

Leve de novo ao lume a apurar até fazer estrada (ao passar na calda, a colher deixa uma abertura que permite ver o fundo da panela).

Divida as folhas de massa brick ao meio e dobre. Deite um pouco de recheio na ponta e vá dobrando em triângulos, dando-lhes a forma de chamuça. (veja o tutorial aqui)

Leve ao forno a dourar e sirva as azevias com calda de açúcar ou mel.

Fonte: suplemento «Doces de Natal», revista Ativa

Azevias de Batata-doce com Amêndoa

As azevias são daqueles doces que têm em si o sabor a Natal. Ligeiramente crocantes por fora e com um recheio suave, estes fritos têm a capacidade de arrebatar os nossos sentidos, sendo-nos difícil resistir-lhes.

Mas se há azevias verdadeiramente deliciosas são estas, com um recheio de batata-doce e amêndoa, cuja doçura e diferença de texturas nos seduzem desde a primeira dentada. Que maravilha!

Ingredientes:

Para a massa
  • 1 pitada de canela
  • 1 pitada de sal
  • 250 g de farinha
  • 50 ml de azeite
  • água q.b.
  • suco de 1 laranja
Para o recheio
  • 1 kg de batata-doce
  • 150 ml de água
  • 150 g de amêndoas
  • 3 gemas
  • 300 g de açúcar

Confeção:

Coloque a farinha num recipiente, junte o azeite morno, o sumo da laranja, o sal, a canela e vá deitando água e amassando bem, até obter uma bola de massa elástica e capaz de ser estendida com o rolo.

Deixe levedar durante 1 hora e, entretanto, prepare o doce.

Ferva, pele e seque as amêndoas no forno, picando-as de seguida.

Lave bem as batatas-doces, coza-as inteiras, deixe arrefecer, pele-as e triture.

Ferva o açúcar com a água durante 3 minutos, retire e junte o polme da batata e leve a lume brando para ferver durante 5 minutos, mexendo com uma colher de pau, sem deixar pegar.

Retire, junte as gemas e as amêndoas e volte a levar ao lume para engrossar. Retire e deixe arrefecer.

Estenda a massa dos pastéis finamente, ponha em cima montinhos de doce e cubra-os com a massa (como se faz com os rissóis).

Corte as azevias  e frite-as em óleo quente. Escorra o óleo em excesso e passe-as por açúcar e canela.