Roscon de Reyes (Espanha)

Este bolo, equivalente ao nosso bolo-rei, é uma tradição, em Espanha e países latinos (sobretudo México e Argentina), na celebração do Dia de Reis, a 6 de janeiro. Trata-se de um pão doce, em forma de rosca, perfumado com raspas de citrinos e geralmente aromatizado com água de flor de laranjeira (água de azahar), sendo enfeitado com frutos secos, frutas cristalizadas ou confeitos coloridos, em alusão às coroas dos reis magos. O bolo é frequentemente recheado com chantilly, creme de pasteleiro ou outros a gosto e, na massa, são escondidos presentes ou figuras dos reis magos, de Maria ou de São José.

É geralmente servido com um copo de chocolate quente, na noite que antecede o dia de reis ou no próprio dia, ao pequeno-almoço ou lanche.

Ingredientes:

Para a massa-base
Para a massa principal
  • 1 ovo grande
  • 1 pitada de sal
  • 225 g de farinha de trigo
  • 30 ml de leite
  • 35 g de manteiga
  • 60 g de açúcar
  • 7 g de fermento biológico fresco
  • água de flores de laranjeira p/ aromatizar
  • raspas de ½ laranja
  • raspas de ½ limão
Para o recheio
Para a decoração

Confeção:

Comece por preparar a massa-base, dissolvendo o fermento no leite. Junte a farinha e o açúcar, misture e forme uma pequena bola.

Mergulhe a bola de massa num recipiente com água morna e deixe levedar cerca de 10 minutos. A massa estará pronta a ser utilizada quando tiver aumentado o seu volume inicial e começar a flutuar.

Para a massa principal, comece por aromatizar o açúcar com as raspas dos citrinos e, em seguida, desfaça o fermento no leite.

Misture a farinha, os ovos, o leite com fermento, a água de flor de laranjeira, o sal, o açúcar aromatizado e a massa-base, já fermentada.

Amasse bem (cerca de 5 minutos) e misture a manteiga, aos poucos.

Bata bem a massa mais uns minutos, até que se solte das mãos, fique lisa e elástica.

Forme uma bola, coloque-a num recipiente de vidro e cubra com película aderente, untada com um fio de azeite (o que evitará que a massa, depois de crescer, se cole à película), e deixe levedar cerca de 3 a 4 horas, até dobrar de volume.

Forme uma rosca, abrindo um buraco no centro da bola, tendo o cuidado de deixar todos os lados com o mesmo volume de massa.

Coloque a rosca num tabuleiro forrado com papel vegetal, distribuindo bem a massa. Coloque um aro no centro, para que a rosca não se deforme, tape o tabuleiro com um pano e deixe crescer uns minutos.

Pincele delicadamente o bolo com o ovo batido.

Prepare uma pasta de açúcar, humedecendo-o com umas gotas de água.

Decore o bolo, intercalando frutas cristalizadas e pasta de açúcar por toda a superfície.

Leve ao forno, pré aquecido a 200º C. Passados 10 minutos, baixe a temperatura para os 180º C e deixe cozer, cerca de 30 minutos. Tape o bolo com papel de alumínio, uns minutos depois de iniciar a cozedura, para evitar que o açúcar e as frutas fiquem torrados.

Deixe o bolo arrefecer um pouco sobre uma rede e retire, cuidadosamente, o aro do centro, com o auxílio de uma faca.

Estando completamente fria, recheie a rosca com chantilly ou creme de pasteleiro e coloque no prato de servir.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *