Queijadas da Madeira

A doçaria madeirense é riquíssima na conjugação de sabores e tradições do arquipélago, nomeadamente no que se refere aos ingredientes utilizados. As queijadas são dos doces regionais da Madeira mais apreciados, embora as confeitarias locais nem sempre tenham resposta para a procura destes maravilhosos bolos.

Feitas à base de requeijão, ovos e açúcar, as queijadas da Madeira têm origem na doçaria conventual e fazem as delícias do paladar e da visão, com o seu aspeto peculiar.

Ingredientes:

(cerca de 20 queijadas)
Para a massa
  • 20 g de açúcar
  • 250 g de farinha de trigo
  • 250 g de manteiga
  • água (se necessário)
Para o recheio
  • 12 gemas
  • 2 claras
  • 500 g de açúcar
  • 500 g de requeijão

Confeção do modo Tradicional:

Peneire a farinha com o açúcar.

Junte a manteiga e trabalhe os ingredientes de modo a obter uma massa bem ligada. Se necessário, junte umas gotas de água.

Deixe a massa repousar durante 1 hora, no mínimo.

Entretanto, prepare o recheio. Passe o requeijão por uma peneira fina, acrescentando depois o açúcar. Mexa bem.

Junte as gemas individualmente, mexendo bem entre cada adição.

Acrescente as claras e bata tudo até ficar uma mistura homogénea.

Passado o tempo de repouso da massa, estenda-a de forma a ficar muito fina e corte aos quadrados. No centro de cada quadrado coloque uma colher do recheio. Dobre as pontas sobre este, de modo a que o centro fique visível.

Coloque as queijadas num tabuleiro, em cima de quadrados de papel manteiga. Se desejar preparar as queijadas usando formas de queques, verifique a descrição feita para a Bimby.

Leve a cozer em forno pré-aquecido a 180º C, cerca de 30 minutos ou até as queijadas estarem douradas.

Quando saírem do forno, unte-as com manteiga.

Preparação na Bimby:

Coloque todos os ingredientes da massa no copo e programe 2 min. / vel. Espiga.

Retire e deixe repousar durante 1 hora.

Para o recheio, coloque no copo o requeijão e programe 3 seg./ vel. 5. Com a espátula, baixe o requeijão que ficou nas paredes do copo.

Adicione o açúcar, as gemas e as claras. Programe 30 seg./  vel 3.

Abra o copo e envolva tudo com a espátula. Programe mais 8 min./ 90º C/ vel. 2. Retire e deixe arrefecer.

Ligue o forno a 180º C.

Estenda a massa numa superfície com farinha, até ficar bem fina.

Poderá Corte círculos de massa com cerca de 10 cm de diâmetro e forre com ela formas para queques, previamente untadas.

Deite em cada forma 1 colher do recheio e dobre a borda da massa para dentro.

Leve a cozer cerca de 30 minutos ou até estarem douradas.

Desenforme as queijadas mornas e sirva-as

Dica:

Se desejar atenuar o sabor do requeijão, junte 1 colher (café) de canela e a raspa de ½ limão aos ingredientes do recheio.

SUGESTÃO:

Aproveite as claras restantes, preparando um Pudim de Claras com Nozes para a sobremesa (veja a receita AQUI).

Foto retirada do blogue http://parasaborear.blogspot.pt

Print Friendly, PDF & Email

3 Responses to Queijadas da Madeira

  1. João Gomes diz:

    Segui a receita na íntegrea no entanto nao funcionou.
    A massa ficou muito peganhosa pois cheguei à conclusão que tem muta manteiga para a quantidade de farinha.
    O recheio ficou muito líquido e é muito doce, penso que 30% da quantidade de açúcar é suficiente.

    • olides diz:

      Não pode funcionar, é muita manteiga para a massa. fica uma massa areada em vez da massa fina e estaladiça da queijada, assim como são muitas gemas e normalmente não leva as claras. e é muito açúcar no requeijão.
      Experiemente a minha receita:
      250 grs de farinha
      3 colheres de manteiga
      1/2 colher de chá de sal e 1 colher de chá de açúcar na massa.
      para o recheio 1/2 kg de requeijão de preferencia de cabra ou ovelha
      açúcar a seu gosto
      e 4 gemas.

      Amassa a fainha com a manteiga o sal e o açúcar, juntando água fria e amaassando bem de maneira a conseguir estender a massa e esta ficar fina. Deixar descansar – reservada no local frio – mas não no frigorifico.
      Antigamente raspava-se o requeijão, mas ele hoje já não se apresenta assim, por isso bata o requeijão e as gemas e o açúcar com uma varinha de varas até ficar tudo homogéneo. Reservar.
      Depois pegar na massa e amassar novamente e dividir em bolas pequenas mais ou menos 30 grs e esticas a massa num circulo e rechear com o requeijão, as bordas da massa passa á volta do requeijão como se fossemos fazer uma trouxinha mas sem unir a massa, o meio da queijada deixa o requeijão á mostra, levar ao forno a 170º e estar atento para não queimar.
      A receita acima foi tirada dum livro, que por sinal tem bastantes receitas tradicionais e muito antigas, mas essa recolha está cheia de gralhas o que induz em erro.

  2. elsa paula guerreiro diz:

    tao bons e noça terra sempre tira e a comida por mais que eu faça neste segundo pais meu nao sabe igual que comer ai EM MI TERRA.
    GRAÇIAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *