Doce de Pequi (Brasil)

O pequi – também conhecido como piqui, piquiá, pequerim, amêndoa-de-espinho, grão-de-cavalo ou suarí – é um fruto nativo do Cerrado brasileiro (grande área geográfica que engloba oito estados do Brasil Central), de formato arredondado, casca esverdeada, como um abacate pequeno, mas mais rechonchudo. A polpa do pequi, com uma coloração amarela intensa, contém óleo comestível, sendo muito rica em vitamina A e proteínas.

Este fruto, altamente calórico e perfumado, com um gosto meio adocicado, é muito utilizado na cozinha nordestina, do centro-oeste e Minas Gerais, sendo uma referência gastronómica em regiões como Mato Grosso e Goiás. O doce de pequi é uma verdadeira delícia e é um ex libris do Cerrado.

Ingredientes:

  • ½ kg de açúcar
  • ½ litro de leite
  • 1 kg de polpa de pequi

Confeção:

Leve ao lume o leite e o açúcar.

Quando a mistura engrossar (com uma consistência idêntica à do leite condensado), adicione a polpa do pequi, deixando apurar bem, até a massa se tornar pesada ao mexer.

Verifique o ponto, colocando um pouco de água num recipiente e deite nela uma pequena porção do doce, deixando um minuto. Se a massa endurecer bem, está pronto.

Desligue o lume e bata bem o doce, no próprio tacho, até arrefecer.

Deite o doce de pequi numa superfície e corte-o em pedaços pequenos. A consistência é semelhante à de doce de leite em barra.

Sabia que…

A castanha existente no caroço do pequi é muito saborosa; para a comer, basta deixar os caroços secarem durante uns dois dias e depois torrá-los.

Print Friendly, PDF & Email

One Response to Doce de Pequi (Brasil)

  1. Gilvan diz:

    boa noite gostaria de comprar doces de pequi pode mi ajudar fico no aguardo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *