Doce de Abóbora Chila (Alentejo e Algarve)

Veja como preparar o maravilhoso doce de chila (ou gila), uma receita tipicamente portuguesa, muito popular nas regiões do Alentejo e Algarve. Com ele, preparam-se outros doces, bolos e pastéis, sendo um ingrediente de referência em algumas receitas da doçaria conventual alentejana, como é o caso do famoso Pão de Rala.

Como a abóbora chila tem o interior branquinho com filamentos acentuados, o doce mantém a tonalidade clara, completamente diferente do tom alaranjado do doce de abóbora tradicional, e os veios característicos deste género de abóbora.

Este doce dá para saborear como compota, a barrar um pedaço de pão, mas também como recheio ou cobertura de algumas receitas. Experimente e verá que tem de repetir esta receita caseira, pois o de compra não tem o mesmo sabor…

Ingredientes:

  • 1 abóbora chila
  • igual peso de açúcar ao da abóbora cozida
  • 1 pau de canela
  • sal

Confeção:

De véspera, parta a abóbora atirando-a ao chão (não deve usar a faca, pois deixa um mau sabor no doce). Separe os pedaços partidos com as mãos, deixando-os ficar com a casca.

Limpe a abóbora, tendo o cuidado de não deixar qualquer filamento amarelo e sempre sem lhe tocar com quaisquer objetos metálicos.

Coloque a abóbora em água fria abundante e esfregue os pedaços separados, mudando várias vezes a água. Repita esta operação até a abóbora deixar de fazer espuma. Deixe-a ficar mergulhada em água limpa até ao dia seguinte.

Num tacho de esmalte, leve a abóbora a cozer em lume forte, introduzindo-a a pouco e pouco na água a ferver e temperada com sal.

Quando a casca se separar facilmente, escorra a abóbora. Passe-a depois por água fria e, com as mãos, separe os fios.

Escorra num pano e pese.

Coloque no tacho igual peso de açúcar, juntando também um pouco de água e a canela. Deixe cozer até obter uma calda espessa. Junte a abóbora e deixe ferver, mexendo constantemente até fazer estrada (ao passar a colher, fazem-se aberturas, como se fossem uma estrada).

Deite o doce em frascos e tape-os com papel celofane.

Print Friendly, PDF & Email

4 Responses to Doce de Abóbora Chila (Alentejo e Algarve)

  1. luiz carlos alves diz:

    quero comprar doce de gila

  2. Antonio diz:

    Nunca fiz mas como tenho chilas vou experimentar.
    Depois direi o resultado

  3. rosa maria neves goncalves diz:

    Quantos frascos dá de doce?

  4. Jose Carlos diz:

    Este doce é espectacular. E se for misturado com nozes! E se for acompanhado com requeijão

Responder a rosa maria neves goncalves Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *