Como fazer Pasta Americana

A pasta americana, também designada covapaste, consiste numa pasta de açúcar usada na cobertura de bolos artísticos, sendo muito usada em bolos de aniversário, de casamento e bolos temáticos. A sua elasticidade característica torna-a muito simples de trabalhar, com uma consistência idêntica à plasticina, permitindo fazer modelagem para dar mais vida e cor aos bolos.

A pasta americana é frequentemente confundida com o fondant, o massapão e a massa de pastilhagem, mas todos eles são diferentes:

  • Em relação ao massapão, usado na confeção do famoso doce fino do Algarve, a principal diferença reside no facto de a pasta americana não levar amêndoa, que é a base do massapão. Por essa razão, há uma diferença no que se refere à consistência, textura e cor – sendo a pasta americana naturalmente branca e o massapão tem uma tonalidade amarelada.
  • fondant é mais líquido e brilhante do que a pasta americana, sendo perfeito para bolos delicados que necessitam de muitos recortes pois disfarça facilmente as emendas feitas. Relativamente a ele, a pasta americana caracteriza-se por ser mais densa, opaca e elástica, sendo, por isso, mais fácil de modelar.
  • A massa de pastilhagem é semelhante à pasta americana, mais caracteriza-se por ser mais seca e firme. Por isso mesmo, não é usada para a cobertura de bolos, mas sim para fazer os elementos decorativos – flores, bonecos, casas…

Veja como fazer a receita caseira da pasta americana, que também encontra à venda, já pronta, e aceita qualquer tipo de corante alimentar.

Ingredientes:

(para cobrir um bolo até 20 cm de Ø)
  • 1 colher (chá) de essência de amêndoa ou baunilha
  • 1 colher (sopa) de gelatina neutra
  • 1 colher (sopa) de glucose
  • 1 colher (sopa) de margarina para cozinhar
  • 3 colheres (sopa) de água
  • 3½ chávenas de açúcar impalpável (cerca de 500 g)

Confeção:

Hidrate a gelatina na água e deixe-a espessar durante alguns minutos.

Leve a derreter em banho-maria até a gelatina dissolver bem.

Acrescente a glucose e a margarina, misturando até atingir uma consistência homogénea.

Adicione a essência e misture até ficar tudo bem integrado.

Retire do lume e deixe arrefecer.

Sobre uma superfície lisa, coloque o açúcar em monte e abra uma cavidade no centro. Não o açúcar todo de uma vez, faça o monte para a mistura inicial e vá adicionando mais açúcar à medida que for necessário para dar consistência à pasta.

Deite a mistura reservada, incorporando-a com as pontas dos dedos até ficar uma massa uniforme. Aos poucos, a mistura começará a adquirir consistência suficiente para que comece a trabalhá-la com as mãos.

Amasse a pasta até ela se soltar das mãos e atingir uma consistência elástica e firme que permita abrir com rolo (como a massa do pão).

Polvilhe um pouco de açúcar impalpável na superfície de trabalho e estique a pasta de forma a ter um diâmetro suficiente para cobrir o bolo e com espessura de cerca de 3 milímetros.

Coloque a pasta americana sobre o bolo. Passe com um alisador, para eliminar as imperfeições e dar o efeito completamente liso.

Com um cortador de pizza (ou uma faca), corte a massa excedente das bordas do bolo e tê-lo-á pronto para decorar.

Esticar e cobrir o bolo com pasta americana

NOTA:

A pasta americana é naturalmente branca. Se desejar dar-lhe, faça-o somente no momento de uso, com corante alimentar em gel, nas quantidades necessárias.

DICAS:
  • Use a pasta preferencialmente logo após a sua confeção ou em menos de 15 minutos. Caso contrário, ela pode rachar.
  • Se não usou a totalidade da pasta americana que preparou, poderá guardá-la em sacos plásticos bem apertados ou envolta em película aderente, tirando o máximo de ar possível (o ar faz a pasta estragar-se). Guarde num recipiente bem fechado, à temperatura ambiente, por um período de 2 semanas (poderá manter-se boa até 1 mês após a sua confeção, desde que esteja bem acondicionada, mas o período de referência são as 2 semanas).
  • A pasta americana é sensível à humidade, pelo que não pode ser guardada no frigorífico | geladeira. Pela mesma razão, também não deve ser aplicada por cima de um doce gelado ou frio.
  • Para reutilizar a pasta que reservou, ponha-a no micro-ondas durante 5 segundos (ou aqueça em banho-maria), para amolecer um pouco. Acrescente ½  colher (café) de margarina que usou para fazer a pasta pela primeira vez e trabalhe-a até ter o aspeto inicial.
  • Se a pasta rachar, esfregue a zona afetada com a ponta dos dedos untada com margarina (nunca recorra ao uso de água!). O calor da mão e a gordura ajuda a selar a pasta.
Fotos retiradas da internet

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *