Bolos de Ançã (Cantanhede)

Uma das imagens típicas da vila de Ançã, concelho de Cantanhede, são as boleiras com os seus açafates (cestos de vime de bordo baixo) com bolos de Ançã para venda. A venda dos bolos também é comum nos mercados e feiras locais.

Não se conhece ao certo a origem deste bolo, sabe-se apenas que é uma receita muito antiga, tendo passado de geração em geração. O bolo é de confeção simples e com ingredientes comuns (farinha, açúcar, ovos, manteiga, fermento e sal), sendo tradicionalmente amassado à mão e cozido em forno de lenha – fatores que, segundo as boleiras da região, são indispensáveis para garantir a sua qualidade. Foi exatamente este fabrico tradicional, mantido durante gerações, que tornou o bolo num produto típico da vila.

Há três versões de bolos na região, tendo por base as mesmas técnicas de confeção, com pequenas alterações na massa: a mais tradicional é o designado bolo de ovos (o autêntico bolo de Ançã), o bolo fino (também conhecido por bolo de Cantanhede) e os cornos (também designados como cornudos), bolos com uma forma mais alongada, que se caracterizam pelo sabor intenso a canela.

Antigamente, os bolos de Ançã eram obrigatórios nos casamentos, tal como os Bolos Ferradura noutras regiões de Portugal, fazendo parte das ofertas dadas pelos noivos aos convidados. Além deles, as ofertas incluíam outras iguarias, doces e salgadas, como o arroz-doce, arroz de cabidela com galinha e os bolos cornos. Ainda hoje se mantém a tradição de oferendas destes dois tipos de bolo nos casamentos, mas sem a obrigatoriedade de outrora.

Como normalmente se fazem em grandes quantidades, a receita é apresentada nesse sentido, podendo fazer-se as adaptações na dosagem dos ingredientes, atendendo às necessidades para a sua confeção.

Ingredientes:

  • 1 kg de farinha de trigo peneirada
  • 12 ovos
  • 200 g de margarina
  • 250 ml de água morna
  • 375 g de açúcar
  • 50 g de fermento de padeiro

Confeção:

Desfaça o fermento num pouco de água morna.

Faça um monte com a farinha e junte, aos poucos, a água com o fermento, deixando descansar durante 10 minutos.

Misture 6 ovos com metade do açúcar e vá adicionando à massa de farinha, trabalhando-a até incorporar bem os ingredientes.

Junte depois os ovos e o açúcar restantes, adicionando um ovo da cada vez, com um pouco do açúcar.

Derreta a margarina e junte-a ao preparado, trabalhando bem até obter uma massa lisa, elástica e homogénea.

Coloque a massa num recipiente grande e coberto e deixe levedar em um local ameno (por exemplo, o forno do fogão desligado).

Quando a massa dobrar de volume, modele os bolos e coloque-os nos forno em tabuleiros untados (no caso de não ter forno a lenha).

Deixe crescer novamente e coza os bolos em forno quente, pré-aquecido,  até ficarem bem douradinhos.

Print Friendly, PDF & Email

5 Responses to Bolos de Ançã (Cantanhede)

  1. Fatima Fontes diz:

    Gostava de saber a receita dos cornos de Ançã(sei que leva canela e não leva ovos)

  2. Muito bons os bolos de Ançã, ainda hoje feitos como antigamente se faziam.

  3. Maria Madalena T.T,Ferreira diz:

    Embora não esteja a viver em Ançã, sou uma ançanense ferrenha.
    Como tal, não posso aceitar que se denomine o “bolo fino” como “bolo de Cantanhede”, pois nunca na minha vida ouvi tal denominação “Cantanhede”.
    Este bolo, segundo o que tenho lido, é de proveniência ançanense e,de origem bastante antiga.
    Fico profundamente indignada quando se atribui a Cantanhede algo que seja genuinamente de Ançã, como os bolos ou a pedra de Ançã.
    Antes de Cantanhede ser concelho, já Ançã o tinha sido durante alguns séculos, deixando de o ser no reinado de D.Luís e Dª Maria Pia, sec.XIX.

  4. CIDALIA CONCEIÇAO PEREDO diz:

    GOSTO DAS RECEITAS

    • Maria Alves Bezerra diz:

      Sou apaixonada pelas receitas aqui publicadas.

      grata
      Maria Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *