Barriga de Freira

Esta deliciosa sobremesa, como o próprio nome indica, faz parte da doçaria conventual. A receita foi criada por freiras dos conventos portugueses do século XVII, sendo um dos doces mais tradicionais de Portugal e uma presença quase obrigatória na mesa de Natal de muitas famílias.

Ingredientes:

Para o doce
  • 100 g de amêndoas ralada
  • 12 gemas
  • 200 ml de água (200 g se for pesada na Bimby)
  • 500 g de açúcar
  • 50 g de miolo de pão
Para a cobertura e decoração
  • canela em pó p/ polvilhar
  • amêndoa p/ decorar (opcional)

Confeção Tradicional:

Rale o miolo do pão e reserve. A amêndoa poderá ser ralada finamente (sem pele) na altura da confeção do doce ou comprada já moída.

Leve a água com o açúcar ao lume e deixe ferver cerca de 2 minutos até ficar em ponto de pérola (verifica-se o ponto deixando correr um pouco de calda de uma colher; esta corre em fio e fica com uma bola suspensa na ponta). Retire do lume e deixe arrefecer um pouco.

Junte a amêndoa e o pão à calda e leve novamente a ferver em lume brando, mexendo sempre. Quando levantar fervura, mantenha mais um pouco no calor (cerca de 5 minutos).

Retire uma porção do preparado para uma taça e envolva nela as gemas, levemente batidas, mexendo rapidamente para que não cozam.

Junte o preparado das gemas à restante calda e leve novamente ao lume. Deixe ferver, mexendo sempre, até atingir ponto de estrada fraco (ao passar uma colher na calda, forma-se uma espécie de estrada que deixa ver o fundo do tacho).

Retire do lume e coloque num prato ou taças de servir. Sirva a barriga de freira fria, polvilhada com canela e decorada a gosto, com amêndoa.

Preparação na Bimby:

Coloque o pão no copo e rale durante 10 seg. / vel. 9. Retire e reserve.

Rale a amêndoa (sem pele) do mesmo modo que o pão e reserve.

Coloque a água e o açúcar no copo e aqueça 25 min. / Varoma / vel. 1.

Retire o copo da base e deixe a calda arrefecer, cerca de 15 minutos, até aos 60º C.

Junte a amêndoa e o pão à calda e programe 8 min. / Varoma / vel. 1.

Programe mais 15 min. / Varoma / vel. 1 e adicione as gemas, ligeiramente batidas, pelo bucal da tampa.

No fim do tempo, retire de imediato do copo e coloque num prato de servir ou distribua por taças individuais. num prato ou taças de servir.

Sirva a barriga de freira fria, polvilhada com canela e decorada a gosto, com amêndoa.

SUGESTÃO:

Prepare um Pudim Molotov para aproveitar as claras que não usou na Barriga de Freira.

Foto: http://www.teleculinaria.pt/

Print Friendly, PDF & Email

One Response to Barriga de Freira

  1. Carla silva diz:

    Barriga de freira um dos doces tipicos dos Açores uma maravilha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *