Pão de Ló de Ovar


Pão de Ló de Ovar

Esta receita de pão de ló é uma especialidade regional de Ovar, cidade situada no distrito de Aveiro, na região centro de Portugal. Este bolo, com inquestionável origem na doçaria conventual, é mesmo considerado o ex libris da cidade.

A receita é feita somente com ovos (sobretudo gemas), açúcar e farinha e, depois de pronto, a massa do pão de ló mantém-se húmida, deixando transbordar o seu característico recheio de ovos-moles.

Ingredientes:

  • 125 g de farinha
  • 18 gemas
  • 250 g de açúcar
  • 5 claras

Confeção:

Ligue o forno a 180º C.

Bata as gemas com as claras e o açúcar, durante alguns minutos, até obter um preparado espesso, com um volume largamente superior ao inicial.

Adicione a farinha, previamente peneirada pelo menos duas vezes, e bata suavemente.

Unte uma forma redonda (22 cm de diâmetro) e forre-a com papel vegetal.

Deite a massa na forma e leve o pão de ló a cozer durante cerca de 15 minutos. Deverá desligar o forno após o tempo de cozedura indicado e deixar a porta do forno aberta. Retire o bolo somente quando o forno estiver frio.

A superfície do bolo deve ficar húmida, parecendo mesmo que a massa não está totalmente cozida. No entanto, o processo é mesmo assim pois, desta forma, no dia seguinte, o pão de ló mantém a humidade característica, proporcionada pelo recheio de ovos moles.

 

Acerca do pão de ló de Ovar…

Não se conhecem ao certo as circunstâncias ligadas à criação e divulgação deste doce tradicional de Ovar. Apenas se sabe que tem origem conventual, especulando-se que alguma freira tenha divulgado a receita a um familiar ou amigo residente na cidade. Sabe-se também que a confeção do pão de ló de Ovar é anterior ao século XVIII.

No século XIX, a receita era confecionada por várias famílias de Ovar, registando-se pequenas variações. Uma dessas famílias criou o hábito de, nas quadras festivas do Natal e da Páscoa, presentar aos seus clientes e amigos com os já célebres pães de ló de Ovar. Esta iniciativa deu azo a que o fabrico desta especialidade da doçaria conventual registasse um aumento considerável no final daquele século. Era tradição que os habitantes locais fornecessem ovos, açúcar e farinha de trigo, levando para si as claras restantes e pagando o chamado “feitio de fabrico”. Os pães de ló eram então transportados em cestos ou tabuleiros, enfeitados com panos de linho bordados, que eram utilizados exclusivamente para esse fim.

EXPERIMENTE TAMBÉM ESTAS DELICIOSAS RECEITAS:




3 Respostas a Pão de Ló de Ovar

  1. Cristina Paula diz:
    Muito bom…

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>